Acabo de ver que o trabalho Cartografia do Infinito – ainda inédito – foi selecionado para o Salão Arte Pará, em Belém.

Nestes tempos de de vacas magras, é uma boa notícia.

Este políptico, composto de 24 foto de 30×45 cm, faz parte da série Impureza, que comecei na viagem de 2009 para o sertão de Pernambuco, e não tem data para acabar…

Participei do Arte Pará em 2006, com 3 fotos da série Rota: Raiz.

Depois não mandei mais, por não concordar com o não pagamento de pró-labore aos selecionados.

Este ano, com tantos trabalhos novos na manga e poucas mostras, virei a folha e mandei novamente.

Vai ser legal finalizar este trabalho e mostrá-lo numa coletiva. Ainda mais em Belém, terra de boa fotografia.

Aqui a lista dos selecionados.

Anúncios